O melhor pastel de feira

O melhor pastel de feira
Foto: Fernando Moraes

Foi divulgado o resultado do concurso para escolher o Melhor Pastel de Feira de São Paulo. A grande vencedora do melhor pastel de feira de 2011 foi a barraca Pastel da Maria, eleita a melhor também em 2009. Em segundo ficou à Barraca da Soninha e os Pastéis Agena em terceiro lugar.

Os critérios de avaliação do melhor pastel de feira foi higiene, atendimento e o pastel de carne, que é o mais pedido pelos paulistas. Os vencedores foram escolhidos por um júri, entre chefs de cozinha, donos de restaurantes e personalidades. A nota final foi composta da avaliação dos consumidores e do júri técnico.

Receita de pastel de carne de um dos finalistas do concurso melhor pastel de feira de São Paulo.

Ingredientes:
500 gramas de patinho moído
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de azeite extra virgem de oliva
1/3 de xícara de azeitonas verdes picadas
3 ovos cozidos bem picados
1/2 xícara de salsinha picada
1 pimenta dedo-de-moça bem picada e sem semente
1/2 xícara de cebola picada
4 dentes de alho esmagados

Preparo: Reforgue a cebola no azeite até ela murchar. Junte a carne e o sal. Cozinhe até secar toda a água. Quando a carne estiver soltinha junte os outros ingredientes. Mexa durante 2 minutos. Tire o recheio do fogo e espalhe numa assadeira para esfriar. O recheio para pastel tem ser colocado frio na massa.

Dicas: Para fritar use uma panela grande, ou tacho, com bastante óleo. Não use azeite. Use óleo de milho ou canola. Para saber a temperatura correta jogue um palito de fósforo no óleo quente. Se ele acender, está na temperatura ideal. Baixe o fogo para manter a temperatura enquanto você frita os pastéis.

O pastel deve ser submerso no óleo, sendo virado aos poucos com a escumadeira. Para que ele não estoure você deve submergi-lo por completo. Em seguida, retire-o por 2 ou 3 segundos e depois recoloque na óleo. Então, frite até que ele doure.

A receita rende de 10 a 12 pastéis. via

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: