Filme Foo Fighters – Back and Forth (sem cortes e sem censura)



Este segundo semestre reserva uma enorme onda de shows fenomenais. Até lá nos restam autobiografias e documentários das bandas dos anos 90. Fui ao cinema, em uma das duas únicas apresentações, prestigiar o filme do Foo Fighters, Back and Forth, que narra a trajetória da banda de Dave Grohl desde o final do Nirvana, em 1994, até seu último álbum, gravado em rolo na garagem de sua casa, da maneira que ele fazia para gravar suas fitas na adolescência.

Foo Fighters - Back and Forth (1)

Dirigido pelo vencedor do Oscar James Moll, Back and Forth se destaca do padrão dos documentários musicais que normalmente servem apenas como apologia à banda homenageada, mostrando as conquistas e sucessos do Foo Fighters com a mesma intensidade com a qual retratam os podres que permeiam a banda, incluindo crises de estrelismo do líder absoluto do grupo.

Sem receios, os integrantes (atuais e antigos) desta que hoje é uma das maiores bandas de rock do mundo escancaram todas as crises, brigas e razões do constante giro de integrantes até o grupo se firmar em sua formação atual.

O filme retrata ainda a face profissional de Dave Grohl, muitas vezes perdida em suas aparições públicas com seu jeito brincalhão e os videoclipes divertidos que a banda apresenta ao mundo. Esta face do vocalista mostra que seu perfeccionismo muitas vezes afetou o relacionamento interno da banda, embora seja também uma das razões para a banda continuar apresentando uma qualidade musical sempre crescente e evolutiva mesmo após mais de 15 anos de carreira. É muito claro também o quanto a morte do companheiro Kurt Cobain afetou sua maneira de lidar com a música, tendo passado quase 8 meses incapaz de tocar um instrumento após a trágica morte do amigo. O produtor do álbum Nevermind, Butch Vig, levanta a possibilidade de a música “I Should Have Known”, do álbum Wasting Light, tenha sido escrita sobre a relação de Grohl com a morte de Kurt.

Foo Fighters - Back and Forth (2)

Sem pudores ou estrelismo, o filme Back and Forth é um retrato honesto de um grupo de garotos que cresceu em função do Rock and Roll, intrínsecos ao movimento Grunge que nasceu em Seattle na década de 90, e que mostra todas as atitudes juvenis do grupo, como a relação com o álcool e as drogas, e o novo momento em que se encontram hoje, cercados de esposas e filhos, e trabalhando em um álbum mais maduro que reflete a jornada da banda nos últimos 16 anos.

Para que os fãs do Foo Fighters possam ainda curtir o novo álbum, Wasting Light, da maneira mais intensa possível, o documentário é seguido de uma apresentação na íntegra do álbum de forma nua e crua pela banda. A apresentação em 3D se faz desnecessária, uma vez que as câmeras utilizadas são estáticas, mas é ainda mais prazeroso testemunhar a apresentação deste álbum após acompanhar todo o processo da banda para alcançar o conceito deste mais novo trabalho.

Confira o trailer Back and Forth dos Foo Fighters:

Quem viu no cinema, viu. Quem não viu, só em DVD agora (o filme passou apenas duas sessões especiais)!

Post escrito pela colaboradora criativa Nina Amaral

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: