Who’s Dead? Michael Jackson

Michael JacksonWho’s Dead? Michael Jackson! Não serei hipócrita de dizer que não me surpreendi com a notícia da sua morte. Mas, mesmo levando uma vida “estranha”, não dá para acreditar.

Jacko morreu às 14h26 desta quinta após sofrer parada cardíaca. O cantor de 50 anos não estava respirando quando os paramédicos chegaram à sua casa e quando ele deu entrada no hospital em estado de coma.

O jornal londrino “The Sun” aponta que a família de Jackson alega que ele teria tomado uma injeção de Demerol, um narcótico receitada para dor. Aparentemente, ele era dependente nesse medicamento. Isso pode ter sido a causa da morte. Mas só a autópsia pode determinar o que causou a parada cardíaca. Em 1993, Michael admitiu publicamente que era dependente desse tipo de narcótico.

A autópsia já está sendo feita, mas o resultado deve demorar a ser divulgado.

CARREIRA

Michael Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Gary, Indiana, o sétimo de nove irmãos. Cinco dos irmãos Jackson – Jackie, Tito, Jermaine, Marlon e Michael – apresentaram-se juntos pela primeira vez num programa de calouros quando Michael tinha 6 anos.

O grupo mais tarde se tornou o The Jackson Five e assim assinou contrato com a gravadora Motown Records. Pelo mesmo selo, Michael lançou seu primeiro álbum solo em 1972, “Got to be there”.

De lá até a 2001, o cantor gravou outros oito álbuns solo, incluindo “Thriller” (1982), que ficou 37 semanas consecutivas no primeiro lugar das paradas, com cerca de 60 milhões de cópias vendidas no mundo.

“Thriller” – que ganhou uma reedição comemorativa em 2008 – é uma das principais responsáveis por imortalizar pérolas pop como “Billy Jean” e “Beat it”. Ao todo, sete canções chegaram ao topo das paradas de sucesso nos Estados Unidos. O álbum deu origem ainda a um dos clipes mais cultuados desta era. Dirigido por John Landis, o vídeo da faixa-título mostra o astro pop se transformando em zumbi e traz a risada sinistra de Vincent Price, que assombrou muitos adolescentes no início dos anos 80.

Outros álbuns incluem “Bad” (1987), “Dangerous (1991) e “Invincible” (2001). No total, segundo cifras divulgadas nos Estados Unidos, Michael Jackson vendeu 750 milhões de discos.

POLÊMICAS

Entre as muitas polêmicas e escândalos protagonizadas por Michael Jackson, a mais significativa aconteceu em 2005, quando o cantor foi a julgamento após ser acusado de pedofilia e absolvido.

Foram muitas as especulações sobre quantas cirurgias plásticas teria feito. O astro aparecia cada vez mais branco, com as feições diferentes, o nariz menor. A série de tratamentos e cirurgias teria feito de Michael um escravo da própria obsessão: ser eternamente jovem.

Anos depois, em 1993, Jackson disse na televisão americana que a sua “nova cor” era consequência de vitiligo – uma doença que provoca manchas e faz a pele perder a cor natural.

De todas as histórias estranhas, uma cena assombrou os fãs: quando suspendeu o filho caçula, na época com 11 meses, da janela de um hotel em Berlim.

VISITAS AO BRASIL

Michael esteve por três vezes no Brasil. A primeira, foi em 1974 – em shows com os irmãos do grupo Jackson Five, em 1993 fez dois shows no Estádio do Morumbi, dentro da turnê “Dangerous” e em 1996 ele deixou sua marca mais forte, gravando clipes em pontos importantes de duas cidades brasileiras.

Para saber mais, acesse o G1

CG 1: Vi o show Dangerous e foi um dos melhores que já assisti. Produção excelente!
CG 2: Ele viveu e morreu como o rei do pop. Será difícil substituí-lo. R.I.P. Jacko!
CG 3: Você ficou chocado com a morte do cantor? Por que?

DICA DO CRIATIVO: DVDs, CDs e outros produtos de MICHAEL JACKSON

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: