Congresso Tour

As novas restrições para o uso da cota de passagens aéreas anunciadas pelos comandos da Câmara e do Senado enfrentam resistência entre os parlamentares. Deputados e senadores afirmam que a direção do Congresso está agindo por pressão popular para restringir as viagens.

Entre as medidas, os bilhetes serão emitidos em nome dos deputados ou de um assessor credenciado e só poderão ser utilizadas no Brasil e com viagens relacionadas ao mandato do parlamentar.

Ainda se discute se a cota não for utilizada em sua totalidade, o crédito retorna imediatamente para a Câmara. Ficou definido ainda que os parlamentares terão que disponibilizar na internet a movimentação da cota de passagens, informando, por exemplo, o trecho utilizado.

Na semana passada, mesmo com a redução de 20% da cota e da liberação das passagens para cônjuge e dos dependentes, as “medidas moralizadoras” não foram bem aceitas pela sociedade.

CG 1: Os parlamentares esqueceram que são representantes do povo. Sendo assim, tem que executar a vontade da sociedade, concordam?
CG 2: Você acha correto o contribuinte custear as viagens de esposas, filhos, namoradas, sogras e amigos?
CG 3: O Congresso, que já se encontra no fundo do poço, tem um subsolo que nem todos sabiam.

INDICAÇÃO DO CRIATIVO: Confira os melhores modelos de GPS

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: