Obra de Paulo Maluf

A prefeitura de São Paulo, o Ministério Público e o Deutsche Bank fecharam o valor e os termos para a devolução de dinheiro supostamente desviado dos cofres do município durante as gestões de Paulo Maluf e Celso Pitta, entre 1993 e 2001. O acordo prevê que o banco devolva US$ 5 milhões, dos quais US$ 4 milhões serão destinados à prefeitura, US$ 500 mil à União e US$ 500 mil ao Estado.

Maluf sempre negou a existência de contas no exterior. Ainda de acordo com o jornal OESP, para os representantes do município e do MP, a prova contra Maluf é “excelente”.(Terra)

CG: Qual será a desculpa de Maluf? Que o dinheiro não é dele? Dê sua opinião nos comentários

INDICAÇÃO DO CRIATIVO: As melhores ofertas de FERRAMENTAS

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: