Asilo oferece serviço de prostitutas

Um belo dia um morador de um asilo em Skanderborg, na Dinamarca, acordou todo animadinho. Tomado por um ímpeto juvenil fez uma proposta indecente para uma enfermeira. A oferta sexual foi levada ao conhecimento da diretora da casa para idosos. Ela não pensou duas vezes: por que não oferecer o serviço de prostitutas para os velhinhos?

A contratação das meninas gerou grande polêmica em Skanderborg. Uma vereadora lançou uma cruzada moralizante para acabar com a “farra dos velhinhos”.

O governo da Dinamarca estima que haja aproximadamente 6 mil mulheres trabalhando como prostitutas no país escandinavo. A atividade foi legalizada em 1999, mas autoridades investem pesado na tentativa de dar uma segunda opção para as prostitutas. (G1)

CG: Será que os “garotões” querem morrer “daquilo”?

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: