Movimento Social Terrorista na mira do MP

O MST, mais conhecido como Movimento Social Terrorista dos “sem-terra”, finalmente começa a ter suas fontes públicas de financiamento oficialmente investigadas. O Ministério Público Federal em SP ajuizou ação de improbidade administrativa contra a Associação Nacional de Cooperação Agrícola (Anca). A entidade é investigada por repasse ilegal de recursos recebidos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Embora o ministro de Desenvolvimento Agrário alegue que não é possível saber se as entidades que recebem verbas são ligadas a grupos que invadem fazendas, há evidentes vínculos do MST com associações usadas como “laranjas” para captar dinheiro para o MST. Em Brasília, a Anca e o MST são unha e carne. O MST sempre utilizou a Anca para fechar todos os seus negócios com o governo federal. (Alerta Total)

CG 1: Isso estava na cara há muito tempo, concordam?
CG 2: O que será que o “patrão” vai dizer? Não sabe de nada, pra variar?
CG 3: Senhor ministro, você é muito mal informado. Faça uma pesquisa no site registro.br e veja quem é dono do site do MST. A própria Anca!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: