Mistérios e lendas de São Paulo (5)

(…continuação) Como toda metrópole, São Paulo é cheia de mistérios e lendas. A seguir, Veja São Paulo desvenda alguns deles:

É verdade que há bichos-preguiça no Jardim da Luz?

Verdade. São quatro – três machos e uma fêmea. ‘É difícil vê-los porque ficam escondidos no topo das árvores’, diz a veterinária Vilma Clarice Geraldi, da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. ‘Muitas vezes precisamos recorrer a binóculos.’ Os machos nasceram ali, descendentes de um grupo de preguiças que vive no parque desde o fim do século XVIII. Já a fêmea foi trazida em outubro do ano passado. ‘Suspeitamos que ela já esteja prenhe.’

É verdade que São Paulo é a maior cidade japonesa fora do Japão?

Verdade. A população de japoneses e seus descendentes na capital é estimada em 395 000 pessoas, segundo o Ministério de Negócios Estrangeiros do Japão. É a maior colônia nipônica fora do Japão. Atrás vêm as comunidades de Los Angeles e Honolulu (no Havaí), com cerca de 100 000 pessoas cada uma.

É verdade que há vendedores de semáforo que faturam mais de 1 000 reais por mês?

Verdade. Na esquina das avenidas Brasil e Rebouças, uma das mais lucrativas da cidade, os vendedores de brinquedos infláveis, por exemplo, embolsam entre 900 e 1 300 reais brutos por mês. Cada ambulante negocia, em média, quinze bonecos por semana. Começam pedindo 20 reais pelo brinquedo. Mas quem pechincha consegue levar por 15.

É verdade que dá para ver o mar sem sair de São Paulo?

Verdade. Quem enveredar por uma das trilhas do Parque Estadual da Serra do Mar, em Marsilac, no extremo sul do município, a 55 quilômetros da Praça da Sé, pode avistar o mar de Itanhaém. ‘Dá para ver a olho nu’, diz a presidente da Associação de Moradores do Distrito de Marsilac, Maria Lúcia Cirillo. ‘Se o dia estiver claro, conseguimos observar até os prédios da cidade e algumas embarcações maiores.’

É verdade que há túneis subterrâneos ligando prédios da cidade?

Verdade. O exemplo mais inusitado é o do Hospital das Clínicas – um túnel de 103 metros sob a Avenida Enéas Carvalho de Aguiar liga o Instituto Central ao Instituto Médico-Legal. É por esse caminho que os corpos são encaminhados ao necrotério. No subsolo da sede do 1º Batalhão de Polícia de Choque Tobias Aguiar, na Luz, há uma rede de túneis que fazia ligações com os quartéis vizinhos e com a estação ferroviária. ‘Hoje estão desativados e só uma parte é aberta para visitas monitoradas’, afirma o tenente Gerson Pelegati. Também existem túneis sob o Palácio dos Campos Elíseos, na Praça Princesa Isabel, e sob o Teatro Municipal, no centro.

É verdade que o número de seguranças privados em São Paulo é maior que o de policiais civis e militares?

Verdade. Duas vezes maior do que o efetivo policial. A Polícia Militar e a Civil têm, juntas, 36 000 homens e mulheres. Enquanto isso, há 80 000 profissionais de segurança e vigilância privada registrados na Polícia Federal. Outras 250 000 pessoas trabalhariam irregularmente na área, sem cadastro na PF, segundo estimativa do Sindicato das Empresas de Segurança Privada de São Paulo.

(continua…)

Veja mais Mistérios e lendas de São Paulo: PARTE 06

Visite o SPEED RACER GO BRAZIL e o PICA PAU BRAZIL

Compare preços de GUIA DOS CURIOSOS

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: