Você é mau humorado?

Se você respondeu que sim, cuidado. Você sofre de uma doença chamada “distimia”.

O que é?

O transtorno distímico é caracterizado por um quadro de depressão crônica, porém menos grave que o transtorno depressivo maior. O sintoma essencial da distimia é o achado de depressão do humor, quase que diariamente, por um período de pelo menos dois anos, porém sem necessidade dos outros critérios de depressão maior. Comumente, os pacientes queixam-se também de distúrbios do apetite e do sono, bem como de baixa auto-estima.

Sintomas

Os principais sintomas da distimia são: humor deprimido; sensação de desamparo; dificuldade de concentração e para tomada de decisões; baixa auto-estima; baixo nível de energia; fadiga; problemas de sono; alterações do apetite.

Origem do termo

O termo distimia originalmente referia-se a uma condição psiquiátrica clínica. O radical grego dys- do termo significa “defeituoso, anormal ou irregular”; ao passo que o sufixo thymia refere-se ao Timo, um órgão linfático que está localizado na porção antero-superior da cavidade torácica, e que se acreditava estar associada ao controle do humor.

Esta definição de distimia costuma ser usada para diversas desordens, as quais podem muito provavelmente ser conseqüências de comportamento anti-social.

Tratamento

Algumas pessoas com distimia respondem ao tratamento com medicamentos antidepressivos. Para depressões brandas ou moderadas, a Associação de Psiquiatria Americana, no ano 2000, em suas diretrizes para tratamento de pacientes com desordens depressivas severas, aconselha que a psicoterapia sozinha ou acompanhada de antidepressivos pode ser apropriada. (Wikipédia e Boa Saúde)

CG: Portanto, se você sofre de distimia, procure um especialista e não me perturbe!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: