Dengue

A época de chuva começou e com ela aumenta o risco de contrair a dengue. Confira algumas informações importantes sobre a doença e como você pode evitá-la.

Como se dá a contaminação

O dengue é transmitido pela picada de mosquitos, “aedes aegypti”, portadores do vírus dessa doença.

São eles que passam o dengue de uma pessoa para outra. Sempre que o “Aedes Aegypti” pica alguém que esteja com a referida doença ele se torna um transmissor por toda sua vida.

A contaminação dessa doença não se verifica através de transfusão de sangue, contato com pessoas infectadas, nem bebendo água contaminada com as larvas do mosquito. É a fêmea adulta que transmite a doença. O mosquito se contamina ao picar uma pessoa que contraiu o dengue.

Sintomas

Febre alta, dores de cabeça, dores musculares, manchas vermelhas na pele, olhos congestionados, náuseas, vômitos e dor de garganta são os sintomas relatados por uma pessoa que contraiu essa doença.

Perigo de vida

Na sua forma branda o dengue não mata, porém o dengue hemorrágico pode levar à morte. Ele apresenta , inicialmente, os mesmos sintomas do dengue comum. Quando a febre acaba, entretanto, ocorrem sangramentos, queda de pressão e fortes dores no abdômen. Os lábios ficam roxos e o doente alterna sonolência e agitação.

Prevenção

Contra o dengue a única prevenção é a erradicação dos focos do mosquito que o transmite. Ainda não existem vacinas disponíveis contra o dengue, embora as pesquisas estejam em fase avançada.

Tratamentos e remédios

Uma vez contraído o dengue, não há um tratamento específico. Os médicos procuram fazer com que o próprio organismo do doente expulse o vírus que o ataca. Também não existe remédio específico contra a doença e sim contra os seus efeitos.
Se suspeitar que está com dengue, procure um médico imediatamente e não se automedique. Um simples remédio para febre, às vezes pode prejudicar e muito a cura da doença. Beba a maior quantidade possível de líquido. Não é necessária nenhuma dieta. Procure alimentar-se normalmente.

Mosquito transmissor

O “Aedes Aegypti”, mosquito parecido com o pernilongo, tem cor escura e é rajado com manchas brancas no corpo e nas pernas. Vive nos cantos escuros e pica durante o dia.
As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.

O dengue está se expandindo rapidamente, e espera-se que nos próximos anos a transmissão aumente por todas as áreas tropicais do mundo.

Focos de reprodução

O “Aedes Aegypti”, põe suas larvas em locais onde tenha água parada: latas, garrafas, pneus vazios, vasos com plantas aquáticas, pratos para xaxins, caixas d´água etc e não gosta de água poluída, nem de rios ou de grandes depósitos de água. Pode também ser encontrado em sucatas e materiais de construção. Os ovos, larvas e mesmo o próprio mosquito podem ser transportados a grandes distâncias em aviões, navios , trens e carros.

Como combater o “Aedes Aegypti”

A melhor arma contra este mosquito é eliminar recipientes que possam lhe servir de criadouro. Se houver suspeita da presença do mosquito deve-se chamar imediatamente o órgão público competente: a SUCEN , Superintendência de Controle de Endemias – ou Postos de Saúde.

Enviado pela colaboradora oficial do Criativo, Lúcia, do CONHECIMENTO

Quer ser um colaborador oficial? Envie um e-mail para criativodegalochas@uol.com.br

Compare preços de VITAMINA e SUPLEMENTO NUTRICIONAL

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: