Irregularidades nas obras do PAC

De um conjunto de 153 contratos e obras federais que o Tribunal de Contas da União fiscalizou em 2008, o TCU encontrou em 48 irregularidades tão graves que recomendou sua paralisação. Em outras 12 obras foram identificados indícios de irregularidades graves, mas, sem a necessidade de sua interrupção.

Das 48 obras com irregularidades graves, 13 fazem parte do PAC. Essas obras respondem por 75% do total de R$ 1,5 bilhão reservado no Orçamento de 2008.

Se as correções forem feitas, o setor público poderá economizar até R$ 3 bilhões. (OESP)

CG: E quem paga a conta do governo federal? Você, meu caro!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: