Pesquisas furadas

Abordei algumas vezes no Criativo as pesquisas de intenção de voto e pesquisas de aprovação do governo, realizadas por institutos de pesquisa, por achar os resultados “estranhos” e aparentemente distorcidos da realidade. E, “inexplicavelmente”, estava certo em minha desconfiança!

Como exemplo, a pesquisa Ibope de 04/10/2008 (um dia antes da eleição), realizada em São Paulo, mostra Marta Suplicy com 35%, Kassab 27% e Geraldo Alckmin 17%. Em Belo Horizonte a pesquisa apontava Márcio Lacerda com 39% e Leonardo Quintão com 31%.

MAS, o resultado das urnas foi diferente!!! Kassab em primeiro com 33%, Marta com 32% e Alckmin com 22%! O candidato do DEM teve 8% mais votos e o tucano 5% mais votos que a pesquisa!

Já em Belo Horizonte, Lacerda teve 4% mais votos e Quintão recebeu 10% mais votos que a pesquisa!!!

CG 1: Este é um pequeno exemplo que as pesquisas de intenção de votos ou de aprovação do governo são, no mínimo, tendenciosas.
CG 2: Normalmente o universo dos entrevistados é ínfimo, perto dos 130 milhões de eleitores.
CG 3: As pesquisas nunca informam, ao grande público, em quais municípios foram realizadas as pesquisas.
CG 4: Isso me faz lembrar dos “80% de aprovação” do governo federal.
CG 5: Fique de olho! Acorde, pense e questione, Brasil!!!

Veja mais em Ibope para inglês ver

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: