República sindicalista

O jornal O Globo revela que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, tem o poder de uma portaria (assinada por ele mesmo) que facilita a abertura e registro de sindicatos no País.

Em média, são protocolados 50 pedidos de abertura de sindicatos por mês, e já existem 801 pedidos aguardando registro no ministério. As novas entidades ganham o sagrado direito ao imposto sindical obrigatório.

Este ano, as centrais sindicais já têm direito a receber R$ 56,9 milhões do imposto sindical obrigatório. A arrecadação do imposto este ano movimentou R$ 1,349 bilhão. Os sindicatos ficam com 60% do total, ou R$ 810 milhões.

As maiores beneficiadas serão CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central, CTB e a CGTB. (Alerta Total).

CG: Não devemos esquecer que o presidente, este ano, vetou a lei que desobrigava o trabalhador de pagar o imposto! Ou seja, paguem para minha turma!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: