Agora dançou

A ex-ministra da Secretaria da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, envolvida no escândalo dos cartões corporativos, foi acusada de improbidade administrativa administrativa em ação proposta pelo Ministério Público Federal.

Ela teria utilizado o cartão indevidamente quando alugou carros e se hospedou em hotéis sem licitação. A ação pede também que Matilde devolva R$ 160.707,96 aos cofres públicos. (OESP)

CG: O “deslize” da “cumpanheira” sairá bem caro…

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: