Garoto de Programa

Como tenho algumas horas livres, de madrugada, e precisando ganhar uns extras, resolvi ser, também, um “velhinho de programa”.

Segue meu marketing:

Idoso charmoso, com lindos olhos meio verdes (cobertos com cataratas), loiro (só dos lados), atlético (sou torcedor), corpo malhado (pelo vitiligo), e sarado (das doenças que já tive), um metro e noventa (sendo mais ou menos um de altura e noventa de largura).

Atendo em motéis, residências, elevadores panorâmicos, etc. Só não atendo em “drive-in” por causa das dores na coluna. Alegro festa de Bodas de Ouro, convenções e excursões da terceira idade. Meço pressão, aplico injeções e troco fraldas geriátricas, tudo com o maior charme.

Atendo no atacado e no varejo. Traga suas amigas. Maiores de sessenta e cinco, por força de lei, não pagam, mas só terão direito à entrada pela “porta” da frente. Serão concedidos descontos para grupos: quanto mais nova, maior o desconto.

Por questões de vaidade, não serão permitidas filmagens, pois, no momento, estou precisando operar uma hérnia inguinal, meio anti-estética. Como fetiche, posso usar touca de lã, pantufas e cachecóis coloridos.

Outra vantagem: Já tenho “Parkinson” o que ajuda muito nas preliminares.
Total discrição, pois o “Alzheimer” me faz esquecer tudo que fiz na noite anterior.

(Enviado por Carolina K)

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: