Lengalenga no Congresso

O Congresso entrou em recesso de férias sem votar a reforma tributária. Mais um semeste perdido. Há mais de cinco anos, desde o início do primeiro mandato do presidente Lula, essa lengalenga de que alterar o sistema tributário é chamada de “prioridade absoluta e inadiável”.

O presidente poderia, em razão do seu grande “prestígio” com a população, tocar projetos de difícil compreensão e aceitação popular, mas absolutamente indispensáveis para o desenvolvimento do País (OESP).

CG: Não só a reforma tributária mas também a reforma política, na Previdência…

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: