Cascão

Um juiz da cidade de Oslo, na Noruega, ordenou que um homem tome banho, mas ele afirma que vai recorrer da decisão judicial. Conhecido como “homem da caverna”, o norueguês de 54 anos vivia desde a década de 70 no depósito de lixo de uma universidade, de onde teve que sair por causa de sua falta de higiene.

Ele pretende entrar com o caso na Suprema Corte do país pelo direito de não tomar banho. O juiz determinou que o “homem da caverna” deveria se lavar agora que mora em um abrigo público. O advogado do norueguês afirma que a tentativa da cidade de forçá-lo a tomar banho é “um sério atentado à esfera privada”. (Terra)

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: