C

Uma jovem chinesa chamada “C” conseguiu ganhar nos tribunais o direito a manter o nome. Em 2005, Zhao C teve que renovar o documento, como todos os chineses, já que naquele ano entrava em vigor um novo tipo de carteira, e descobriu que as autoridades não queriam fazer uma nova para ela a menos que mudasse o nome que tinha desde seu nascimento.

Seu pai, advogado, escolheu a letra C para batizar a filha por ser a primeira letra da palavra “China”. Além disso, o nome da letra em mandarim soa semelhante a “xi”, que em chinês significa “Ocidente”.

Não é o primeiro caso de nome curioso que chega à imprensa chinesa: há alguns anos foi descoberto, por exemplo, que um pai tinha decidido batizar o filho recém-nascido com o nome de “@”, em homenagem à sua paixão pela internet.

CG: E o pobre do Ku Chay Shang?!?!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: