Garotinho armado

O Ministério Público Federal no Rio confirmou que a denúncia que culminou na operação Segurança Pública S/A da Polícia Federal, incluiu 16 pessoas, sendo uma o deputado e ex-chefe da Polícia Civil do Rio, Álvaro Lins (PMDB), e outra o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho (PMDB).

Lins e Garotinho –denunciado por formação de quadrilha armada– colaboraram na manutenção de um esquema envolvendo sete policiais civis que protegia os contraventores Rogério Andrade e Fernando Iggnácio na guerra pelo controle de caça-níqueis no Rio, entre outros crimes (Folha Online).

CG: Agora o castigo será duro! Quero ver…

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: