Lei ‘anticueca’

A polícia e os líderes em um templo hindu, na Índia, proibiram a cueca no santuário de Sabarimala, há cinco anos, quando foi denunciada a presença de ladrões no meio deles. Agora, os responsáveis pelo local, que é dedicado aos deus Ayyappa, declararam que vão dar fim a essa prática, substituindo-a por sistemas eletrônicos de vigilância.

Os responsáveis pelo dinheiro, metais preciosos e jóias passaram a ser obrigados a ficar sem camisa e a usar apenas o dhoti, uma manta de algodão presa na cintura. E nada por baixo.

Eles acharam isso degradante, e o sindicato reclamou junto à Comissão de Direitos Humanos de Kerala. “Eles tinham de tirar a roupa diante de um encarregado antes de sair, para provar que não estavam levando nada escondido”, disse Chavara Gopakumar, líder do sindicato. “É humilhante e um insulto à dignidade humana.” A Comissão de Direitos Humanos concordou e interveio (G1).

CG: O ex-assessor petista José Adalberto Vieira da Silva, o homem do dinheiro na cueca, abriu uma franquia na Índia.

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: