Imposto para "pum" das vacas

Autoridades da Estônia criaram uma taxa para a flatulência das vacas, que deve ser paga pelos fazendeiros. A medida serviria para compensar a emissão de metano gerada pelos gases dos animais. Uma única vaca é capaz de gerar 350 l de metano e 1,5 mil l de dióxido de carbono por dia através das flatulências.

Segundo as autoridades, a pecuária é responsável por 25 % da emissão do gás no país. A oposição é contra a cobrança e alega que a taxa não tem precedentes em nenhum país da União Européia (Terra).

CG: Espero que os governantes não vejam esta notícia. Caso contrário, pode sobrar para os contribuintes…

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: