O buraco é mais embaixo

Segundo investigação da polícia suíça, executivos da empresa francesa Alstom, fornecedora de equipamentos ao metrô, podem ter pago proprinas de vários milhões de dólares para obter contratos na América Latina e na Ásia entre 1995 e 2003.

O relatório menciona que o governo paulista pode ter recebido alguma propina. O período investigado vai de 1995 a 2003, o que envolve o governo de Mário Covas e de Geraldo Alckmin e 2001 e 2006.

CG: Se for verdade, mais um grupo político irá para o buraco.

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: