Dossiês aloprados

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ligou para Ruth Cardoso, negando taxativamente a existência de um dossiê sobre os gastos do tipo B de Fernando Henrique Cardoso.

Dias depois, a ministra reconheceu que o governo montou efetivamente um “banco de dados” para atender “possíveis requisições legais”. E foi produzido pela principal assessora de Dilma.

CG 1: Dossiês, não são novidades no PT. Basta lembrar dos dossiês Vedoin, Cayman e o outro sobre irregularidades da Prefeitura de Santo André!
CG 2: Se os dados sigilosos foram divulgados, alguém cometeu um crime penal.
CG 3: Se a ministra foi enganada, deveria demitir o responsável, não é mesmo?
CG 4: Acorda, Brasil!!!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: