Medida Permanente (parte 1)

Mesmo sob ameaça da oposição de não votar nada no Congresso em retaliação ao excesso de medidas provisórias propostas pelo governo, Lula reclamou que é “humanamente impossível” governar sem MP.

Frase do presidente Lula em carta à OAB, durante a campanha presidencial de 1988: “Assumo o compromisso de acabar com o uso indiscriminado de medidas provisórias. (…) Limitar-se-ei ao que prescreve a Constituição Federal – para cuja elaboração contribuí – de só editar medidas provisórias em situações de excepcionalidade e emergência.” (OESP)

Acompanhe a “evolução” das MPs no governo Lula:

2003 – 5 medidas
2004 – 10 medidas
2005 – 17 medidas
2006 – 26 medidas
2007 – 20 medidas
2008 – 1 medida aprovada até o momento e 14 em aprovação

CG: Palavras são palavras. Difícil mesmo é cumpri-las! Acorda, Brasil!!!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: