É proibido morrer

o prefeito Gerard Lalanne disse aos 260 habitantes da vila de Sarpourenx que “todas as pessoas que não possuem jazigo no cemitério e desejam ser enterradas no vilarejo estão proibidas de morrer na comunidade”.

O texto acrescenta: “Os infratores serão severamente punidos”. O prefeito disse ter sido forçado a adotar essa medida drástica depois de uma corte da cidade vizinha de Pau determinar em janeiro que não será permitida a compra de terras particulares, no limite entre as duas localidades, para a ampliação do cemitério (Terra).

CG: A coisa tá feia. Não se pode descansar em paz. Vida dura. Digo, morte!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: