Projeto Bobo-Torcedor

Não tenho absolutamente nada contra algum time ou por algum torcedor de futebol. Sou contra, o amadorismo e malandragem dos cartolas brasileiros na gestão de seus clubes. Vou dar dois exemplos para vocês entenderem minha revolta com os “amadores da idade da pedra” chamados administradores:

1) A Timemania é uma loteria que foi criada pelo governo federal para auxiliar os clubes a sanar suas dívidas fiscais com a União.
2) O projeto Torcedor-Colaborador do Atlético Mineiro, em conjunto com a Cemig, visa arrecadar doações dos próprios torcedores para pagar dívidas e estruturar as categorias de base.

Pensem comigo. A loteria é um prêmio à incompetência dos administradores dos clubes e não resolve o problema de gestão que assola o futebol brasileiro. São inúmeras as lambanças dos cartolas: contratam mal, rescindem contratos de jogadores e técnicos (muitas vezes pagando multas altíssimas), contraem dívidas, etc.

Nos dois casos, ao invés dos cartolas serem responsabilizados pela má administração, quem “paga” é o povo. Por mais que ame meu time, não pago nenhum boleto ou jogo em loteria para cobrir rombo de caixa. Acorda, Brasil!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: