Fome cada vez maior

Semana passada, o ministro do Planejamento levou ao presidente um “cardápio” de medidas para compensar a falta da CPMF. O menu prevê mais R$ 12 bilhões em impostos e as novas receitas virão a partir da elevação de alíquotas de tributos já existentes como IOF, CSLL e IPI (Valor).

CG: Enquanto a população não pressionar “efetivamente” o governo e os políticos, vai ser sempre assim. O gasto é deles e a conta é nossa! Acorda, Brasil!!!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: