Museu de Arte Sem Proteção

O roubo no MASP foi mais fácil do que roubar doce de criancinha. Não foi preciso de nenhum equipamento morderno ou sofisticado. Com um velho macaco hidráulico, um pé-de-cabra e uma marreta, roubaram um Picasso e um Portinari de um dos museus mais importantes do país. O descaso é tão grande que há quase dois meses o sistema de segurança estava desligado.

E pior, as telas não tinham seguro!

CG 1: Fácil, simples e barato. O sonho de todo “consumidor”;
CG 2: Perguntar não ofende, não é dever do Estado zelar pelo patrimônio cultural?

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: