Vale-tudo (cpmf 28)

O governo tem feito de tudo para aprovar a prorrogação da CPFM. Agora, aceitou a redução gradual da alíquota do imposto, a aplicação na área da saúde de R$ 24 bilhões, a insenção da contribuição para quem ganha até R$ 2.894,28 e a limitação do aumento das despesas com pessoal (OESP).

CG: Discutir regras para a redução de seus gastos que é bom, nada. Acorda, Brasil!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: