CPFM (parte 20)

A área econômica do governo defendeu a transformação em imposto permanente da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, defendeu a transformação do tributo provisório em permanente. O ministro da Fazenda, Gudo Mantega, disse não ver possibilidade de a CPMF ser extinta em quatro anos (OESP).

CG: Como a população não se manifesta efetivamente CONTRA o imposto, o governo faz sua parte. Acorda, Brasil!!!

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO: